terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Reclamar de quê?

Com meus 14 aninhos de vivência, uma coisa sempre me perseguiu:

Reclamações.

De todos os tipos e sentidos. Mas não vou dar uma de reclamona e ser hipócrita.

Reclamações me irritam mais que vizinho com som alto. (Vou parar de reclamar!)

O problema e irritação em si, não é a reclamação. É o egoísmo da pessoa que reclama.

Como assim? Ora, pessoas morrem todos os dias em acidentes que devastam famílias, crianças que não podem correr, gente dormindo ao relento, pessoas sem perspectiva de ter a assistência médica, ou do governo necessária... Jovens sem esperança de um futuro melhor...

Enfim... Se analisarmos, a maioria tem uma vida boa e fica falando coisas do tipo... “Meu cabelo tá horrível!”, “Quebrei minha unha! Que desgraça”!”, “Sou Gorda/magra demais!” e blá, blá, blá...

E muitas dessas pessoas nunca pararam pra pensar que numa sociedade desenvolvida e moderna como a nossa, milhares ainda passam fome, e muitas vezes não sabem o que é um prato de arroz e feijão...

E muitas dessas pessoas ainda agradecem á Deus todas às noites por simplesmente terem vivido mais um dia...

Então, vamos reclamar de quê?

6 comentários:

Clarissa Sales disse...

teste...
Será que a janela de comentários vai finalmente funcionar??

Clarissa Sales disse...

haha
funcionou!

Anônimo disse...

agora deu valeu cla por tudo

robertha disse...

isso msm adoreeeii amigaa!

Hugo Utrini disse...

Haha clarissa AMEI SEU BLOG ( MINHA BEST *----* )

e nunca se esqueça MORRE DIABO kkkkkkkkkkk !

Bruna Rodrigues disse...

ei sei pra quem foi esse post... kk
abafa né clarissa!?